32 a 36 semanas

Essas semanas marcaram o final do oitavo mês de gestação. Alguns desconfortos como azia, falta de ar e dificuldade de arrumar posição para dormir ficaram mais acentuados nos últimos tempos, e a barriga começou a literalmente “pesar mais” (e faz todo sentido, já que esse é o momento que o bebê mais cresce). Continuo praticando atividade física cerca de 3x por semana (alternando entre musculação e algumas aulas de alongamento com hidroginástica) e me sinto um pouco mais cansada, embora continue trabalhando normalmente no consultório.

Acabei desistindo de fazer chá de fraldas, pois me dei conta que seria um evento muito grande (temos família grande dos dois lados e muitos amigos), então além de cansativo para mim nessa reta final também sairia muito caro (e junto com a fatura do enxoval, rs). Seja o que Deus quiser na compra dessas fraldas agora!!!

Nessas semanas, tive retorno no pré natal com a obstetra (Dra. Rachel Reis) e com a nutricionista (Joana Lucyk), e está tudo ótimo comigo e com o Pedro. Todos os exames e todas as taxas estão adequadas, e já estamos montando a dieta e suplementação necessárias para o período da lactação. Também fiz uma ecografia com 34 semanas para confirmar a posição do Pedro, pois esse seria o período ideal para iniciar algumas providências (acupuntura, exercícios, estímulos etc) caso ele estivesse mal posicionado. Mas graças a Deus ele já estava cefálico e com o dorso à esquerda no dia do exame. Ele ainda está se movimentando bastante e quase todos os dias eu sinto o dorso dele mudar de lado, o que não me preocupa nem um pouco! Só de já estar cefálico foi um alívio, pois embora ainda exista chance dos bebês virarem de última hora, se torna mais improvável devido ao peso da cabeça. No dia do ultrasom (34 semanas e 1 dia) ele estava com 2,4 KG e medindo 44 cm. Nessa fase, as mexidas do bebê se tornam muito mais nítidas e é possível pela palpação ir descobrindo qual parte do corpo se trata em cada movimento. Fico brincando de descobrir onde está o bumbum, a coxa, os pezinhos, o cotovelinho e etc conforme ele vai se movimentando. É muito gostoso!! Essa é uma sensação que eu tenho certeza que estará no topo da lista de saudades da gestação. Na lista das coisas que eu NÃO irei sentir falta está a urgência em fazer xixi a cada poucos minutos (você pensa que vai sair 1 litro de xixi e saem 3 gotas, mas faz parte).

Também tomei a vacina dTpa (que previne contra coqueluche, tétano e difteria, ajudando na imunização do bebê antes dele fazer dois meses e tomar ele próprio a vacina também) e a vacina da gripe (que o bebê só pode tomar a partir dos 6 meses de idade). Ambas as vacinas eu tomei no laboratório Sabin, mas elas também estão disponíveis na rede pública de saúde e fazem parte do calendário da gestante.

Ultrasom 4D de 34 semanas

Fiz outro ensaio fotográfico (sim, eu sou a louca dos ensaios mesmo) com um fotógrafo lá de Florianópolis que eu sempre fui apaixonada pelo trabalho, aproveitando que ele estava em Brasilia (@zekemedeiros). O resultado vocês podem conferir no meu Instagram (@ericadpaula).

A barriga já esticou naquele grau que você pensa “não é possível que ainda vai crescer mais”, mas é possível. Sempre é, rs! A natureza é perfeita e devemos confiar! A ansiedade ainda não bateu, sei que ainda posso ter várias semanas pela frente e estou concentrada no meu trabalho e em ir organizando as últimas coisinhas que faltam para recebê-lo (sabendo que o mais importante não é nenhum item material: peito, colo e muito amor para dar!!!).

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *