Exame de toque

Mulherada, fiquem atentas! O exame de toque não precisa ser feito de rotina durante a gestação, nem mesmo se a grávida já estiver a termo. Dizer que o colo está anterior, centralizado, longo, grosso, mole, fino, 50% apagado, com nada de dilatação ou até mesmo com alguns cm de dilatação antes do trabalho de parto não prediz praticamente nada o que vai acontecer daí pra frente. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Antes do trabalho de parto propriamente dito, não é esperado que o colo do útero esteja dilatado, apagado ou até mesmo que o bebê esteja encaixado! Se você está com 38, 39, 40 ou até 41 semanas e não tem dilatação, isso não quer dizer absolutamente nada, afinal, a dilatação (e a descida do bebê) é consequência de contrações efetivas de trabalho de parto. Então, se você ainda não está em trabalho de parto, não precisa ter dilatação. Simples assim.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Já acompanhei várias gestantes que foram examinadas e estavam com o colo do útero completamente fechado e longo, mas entraram em trabalho de parto no mesmo dia e pariram poucas horas depois. E também acompanhei gestantes que descobriram por acaso em exame de rotina que estavam com até 7cm de dilatação (isso mesmo! embora seja bastante raro, pode até acontecer, sobretudo a partir do segundo filho), mas só entraram em trabalho de parto mesmo muitos dias depois. Essa informação só serviu p/ deixá-las ansiosas em casa, achando que a qualquer espirro o bebê podia nascer. O corpo humano é algo surpreendente.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Até mesmo durante o trabalho de parto, o exame de toque serve muito mais para determinar a posição que a cabecinha do bebê está do que p/ predizer algo em relação a duração do trabalho de parto. Muitas mulheres que já estão com dilatação avançada (por ex, 8 cm) ainda podem demorar muitas e muitas horas até que o bebê nasça, enquanto muitas outras pulam de 3cm para dilatação total (10cm) em menos de 1 hora. Aquela dilatação que ocorre 1 cm por hora praticamente só existe nos livros didáticos.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *