Por que é impossível ensinar um bebê dormir a noite toda?

Nenhum ser humano dorme a noite inteira sem despertar. Nem eu, nem você, nem seu filho. Nós adultos temos 75% do sono em estágio profundo (não REM) e 25% do sono em estágio leve (REM), intercalados com breves despertares (que é quando puxamos a coberta, vira de lado, etc) que nem sempre tomamos ciência. Cada ciclo de sono nosso dura cerca de 1h à 1h30, somando cerca de 5 breves despertares no total! Já o bebê tem 50% de sono REM e 50% de sono não REM, ou seja, metade do sono deles será mais “agitado” mesmo! O ciclo de sono deles também é mais curto, durando de 40 minutos a 1 hora, com breves despertares entre eles (nesse momento ele pode querer checar se está seguro e se a mãe está ali).⁣⁣A grande maioria dos bebês vai “dormir a noite toda” (não vai solicitar os pais nos breves despertares) até 3 anos de idade. Às vezes, o bebê já estava dormindo a noite toda e aos 4 ou 6 meses muda o padrão de sono! Pode até parecer que “regrediu”, mas na verdade seu cérebro se aprimorou e surgiram novas fases do sono que o tornaram mais leve (e aí a mãe acha que o leite tá fraco, ou que é culpa da IA, etc). Claro que algumas doenças podem causar mais despertares, mas nesse caso vão existir outros sinais também! Se o seu bebê acorda bem disposto, feliz e está se desenvolvendo bem, então ele está dormindo bem (talvez você que não esteja)! Ao contrário do que diz o mercado que vende cursos e consultorias de sono por aí, apenas despertar durante noite não gera impacto no crescimento e desenvolvimento do bebê! ⁣⁣Não podemos esquecer que o cérebro do bebê ainda é imaturo! Dormir é fisiológico, como respirar, não precisamos ensinar um bebê a dormir! Ele fará isso quando seu cérebro tiver maturidade suficiente! Em situações EXTREMAS existem interferências possíveis, mas que fique claro que não estamos “ensinando a criança a dormir”, e sim forçando o amadurecimento dela, com um preço que será cobrado lá na frente! E precisamos lembrar que até mesmo os treinamentos de sono mais “pesados”, que envolvem deixar chorar, NÃO funcionam com todas as crianças (cerca de 15% não vai desistir de chamar os pais para se sentir em segurança, não importa o que aconteça)!

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *